poema

Ritmo é o que finca o poema no coração das pessoas

Ritmo é o que finca o poema no coração das pessoas

Comentarei dois artifícios simples: o refrão e a anáfora. São boas ideias para se escrever poesia hoje. Comentarei "O corvo" de Edgar Allan Poe nas traduções da revista Escamandro, um poema de Roberto Piva e um poema meu, "campos de lua"

Read more

Como melhorar som e ritmo no teu poema

Como melhorar som e ritmo no teu poema

Oficina on-line de criação literária. Pensada para quem escreve poesia, tem tem por objetivo trabalhar um dos aspectos mais bonitos da arte poética: som e ritmo. Encontros virtuais às terças-feiras. Janeiro e fevereiro de 2017.

Read more

Poema novo, “falanges”

Poema novo, “falanges”

Aqui vai outro poema inédito. O Hugo me ajudou com o esquema de vírgulas, não foi tão simples – gracias! *   *   * . falanges . se o homem morre pela boca, poetas morrem pelos dedos. eu não tinha o ...

Read more

a nave, coerência e escolhas

a nave, coerência e escolhas

Aqui vai um poema inédito, escrito após uns dilemas políticos. As pessoas gostam daquela expressão "a coerência mandou beijos", mas discursos bem-realizados não conseguem responder a muita coisa. Aqui vai um poema para você levar, "a nave está pronta".

Read more

lápis e lápide

lápis e lápide

Fiz uma série de poemas. Esta safra nova é meio engraçadinha, com jogos de palavra. Tipo uma entresafra. Não é um, não é outro. Um caminho no meio.

Read more

madrugadas são adagas em claro

sou de uma família de pessoas que sempre deram aula na rede pública. recusei a sina e talvez por isso me afete bastante as notícias das agressões de ontem no paraná. pois não é a minha carne que tá lá. é a de algumas amigas ...

Read more

2 poemas e o processo criativo

2 poemas e o processo criativo

. lugar comum 47: happiness a felicidade é um rinoceronte de aço que te atropela num trago no rastro, mistério e treva do que é amargo . . como domar feras com um espelho pegue a mais temível fera na ...

Read more

8 de março. 5 observações sobre flores e 2 poemas

Adoro Março. É o mês em que a Lebre enlouquece. Estava feliz-feliz ontem. Pelas coisas que escrevi (mesmo as feias, as bregas-sentimentais, as que nos envergonham). Pelas coisas que ainda poderei escrever. Derramamentos de esperança e felicidade. O curso mulheres-mulheres-mulheres ...

Read more
Follow on Feedly