navios

a nave, coerência e escolhas

a nave, coerência e escolhas

Aqui vai um poema inédito, escrito após uns dilemas políticos. As pessoas gostam daquela expressão "a coerência mandou beijos", mas discursos bem-realizados não conseguem responder a muita coisa. Aqui vai um poema para você levar, "a nave está pronta".

Read more

sobre o ancoradouro de navios no espaço

recados vencidos e livros encomendados não prestam pois o amor é um homem que carrega flores e todos o olham desde 1929 aguardo o telefonema para que me rasgue esse pijama rosa esculpa cicatrizes nessa boca de sorrisos esmaltada em ...

Read more
Follow on Feedly