contemporânea

Poema novo, “falanges”

Poema novo, “falanges”

Aqui vai outro poema inédito. O Hugo me ajudou com o esquema de vírgulas, não foi tão simples – gracias! *   *   * . falanges . se o homem morre pela boca, poetas morrem pelos dedos. eu não tinha o ...

Read more

a nave, coerência e escolhas

a nave, coerência e escolhas

Aqui vai um poema inédito, escrito após uns dilemas políticos. As pessoas gostam daquela expressão "a coerência mandou beijos", mas discursos bem-realizados não conseguem responder a muita coisa. Aqui vai um poema para você levar, "a nave está pronta".

Read more

antologia mexicana sobre poesia brasileira

antologia mexicana sobre poesia brasileira

"¿Qué será de ti?/ Como vai você?" é o nome de uma bela antologia mexicana a respeito de poesia contemporânea brasileira, organizada por Luis Aguilar. A edição traz 26 poetas do Brasil.

Read more
Follow on Feedly