satyrianas – relatório nº i

Share

“- eu vou te pegar


isso é um fato,
o resto é futuro”.

.

… única coisa que sei de cor, né? Largo o microfone, agradeço e volto ao meu lugar. Aí o cara sentado ao lado logo inquere: é teu mesmo isso? Hum, digo que sim. Podia ainda acrescentar, e faz tempo. Mas deixa pra lá, preciso é criar vergonha na cara e decorar uns poemas novos. Que preguiça. Hehe, foi bem legal a Récita Maloqueirista, sarau ao cair da tarde nos Parlapatões.

Aí fila pra assistir a Velha Apresentadora. Velha que é mezzo-Guzik mezzo-Mirisola. O Mirisola diz que tem medo da velha. O Guzik adora. Eu é que me divirto.

Na fila, o Rui Mascarenhas conta pra gente os perrengue e curiosidades do Pontos de Poesia – sim, o Rui é o tal meiohomem que visitou uns trocentos-e-40 saraus em São Paulo, coisa de gente louca e gênia. A gente dá oi pro Felipe, que não saiu na foto, e pras divas da Cláudia Wonder, Cátia e Phedra de Cordoba – a Phedra diz que tá sempre lendo meu livro. Honra o comentário mais lindo no gerúndio.

Saídos da Velha e devidamente parabenizados senhor Alberto e o Chico Ribas, o ponto, fomos ali pro Bac. Existe sempre um percurso na Praça, é quase uma gincana, sabe? A Bruna comenta: nossa, tô impressionada que vcs conhecem todo mundo. Podia ser um elogio, hj sempre desconfio.

Encontramos o Pedro Toistesch e o Ivanito, ambos ainda querendo colar em sarau, essa gente que nunca bate bem. Contei pra outro Pedro, o filho da Pilar, que a vez mais bonita que vi alguém recitando na minha vida foi ele quando era pequeno – acho que bate o Zurita. É verdade. E agora no último domingo do mês, eles organizam o Encontro de Utopias no Bar Pandora, tamos todos convidado.

O que mais? Que fiquei de umas conversinhas fanfarronas tomando cerveja, já me arrependi e mandei sms confessatório. E por intermédio do Mirisola, conheci o Astier Basílio! Sim, correspondente lá de João Pessoa! Puxa, troco figurinha eletrônica com Astier há tantos anos. Adorei. Hoje levo pra ele um monte de livro, vou separar. Sim, hoje tem mais. Até a Néle vai. Faltou dar beijo no Ivam e no . Mando foto.

Ah, é ótimo o Cake cantando Perhaps, Perhaps, Perhaps, recomendo. Se me permite. E se clicar na foto, elas aumentam.

Caco e Berimba no palco. A luz é do sol.

Dayse-Deise-donadessesorrisolindo!

diii-v-a-s: Cláudia Wonder, Cátia e Phedra de Cordoba

Rui explica pro Daud alguns lances sobre ladeiras e recepções acaloradas

Mirisola pós-velha, com as amigas vindas de Prudente e o Daud, combinando a camiseta verde

platéia com mais de 80 pessoas, tudo assim anjo iluminado de amarelo

Carol, Ivanito e Daud, ali na frente do Bac

Pedro Tostes e Daud

Pedro, Pilar, Daud e Bruna

Astier e yo em encontro antológico!

Share

Related Posts

Follow on Feedly