Resenha: As águas-vivas não sabem de si, Aline Valek

Share

As águas-vivas não sabem de si

Originalmente publicada no Goodreads

As águas-vivas não sabem de si by Aline Valek
Fantástica Rocco, 2016

 

 

“As águas-vivas não sabem de si” é um dos bons livros de ficção científica brasileira publicado na década de 2010. O livro é de 2016.

Fruto de um trabalho de pesquisa primoroso – conheço o universo de quem mergulha e as descrições são impressionantes – e de imaginação poderosa, o livro é um convite a quem quer saber como anda a produção nacional.

Corina, a protagonista, é uma operária. Uma mergulhadora. Sua tarefa é testar um equipamento novo, uma roupa de mergulho gigantesca para profundidades abissais, para uma empresa estrangeira. Somente conta com seu corpo, treinado por anos de experiência, e sua mente acostumada a confinamentos, trabalho árduo e rotinas solitárias.

É a partir da perspectiva de Corina, confinada numa estação submersa a uma profundidade assustadora, que outras personagens surgem. Marcada pela diversidade, a obra não cai em estereótipos fáceis, inculcando nas pessoas suas fragilidades por questões de raça e gênero.

Exemplificando, há um outro mergulhador, Arraia (cujo nome Gilson quase nunca é mencionado), que é pardo e possui cicatrizes de uma vida de operário do mar. Há um cientista negro estadunidense, Martin Davenport, cujas pesquisas parecem não serem bem aceitas (por racismo ou falta de comprovação?). Há uma outra mulher, Susana, que procura com seu jeito maternal calar fantasmas e falta de confiança no próprio trabalho. Há ainda Mauricio, assistente, será que sofreria na superfície o efeito de mexericos homofóbicos?

Nada se sabe muito bem sobre o que leva esta constelação de 5 pessoas a se afundarem no abismo marítimo e escavar profundezas. Cada personagem possui uma motivação aparente e uma muito mais profunda.

A narrativa principal de Corina é entremeada a histórias sobre evoluções de espécies, criaturas reais e imaginárias. Um tecido no qual a história principal vai se assentando e confirmando. Narrativas líricas e cheias de vida e possibilidades.

View all my reviews

Share

Related Posts

Follow on Feedly