prosa

Território de Poetas em Essepê

anotações iniciais sobre o submundinho sem luz   Descrição geral: conforme dito, não há luz solar, embora tudo seja iluminado demais. No Território, a luz determina hábitos e divide regiões, entre faróis, leds, alógenas, strobos, incandescentes e velas. Fique atento ...

Read more

cartografia afetiva na cidade em que os grafites gritam

cartografia afetiva na cidade em que os grafites gritam

Olá, feliz 2014! Tudo de bom e de melhor! Hoje escrevo com um pouco mais de detalhes a respeito do Hussardos Clube Literário, capitaneado pelo querido Vanderley Mendonça, editor e amigo de longa data. No local, há um café, uma livraria, ...

Read more

passaremos

passaremos

– Vamo sentá galera! Se a gente sentá eles não atiram. Aí um pequeno silêncio. – Desencana que vão atirar sim de qualquer jeito.   Assim começava o rascunho de post pro blogue a partir dum diálogo em que participei ...

Read more

a gripe

Gripada como sei lá o quê. A voz seria sexy pela rouquidão, se não fosse fanha. Compromissos todos desmarcados. No liquidificador, sopa de abóbora com canela e gengibre pra ver se melhora um algo. Li bastante sobre a questão do ...

Read more

final de semana, resumo do aprendizado

[a] se vc não sabe ser cara-de-pau, não seja. [b] preguiça por conforto pode ser medo. se for, enfrente, pedale. [c] não há impunidade pro inconsciente. caso vc se prometa não mais mencionar o nome de certa pessoa, é possível ...

Read more

histórias sobre cerveja e mulheres

histórias sobre cerveja e mulheres

Depois de completar a qualificação do doutorado, meu descanso mental foi pensar em textos assim. O que adoro, não dá nem para esconder, hehe.   Leia na íntegra no Blogueiras Feministas: “Mas, Ana, não é um negócio que só tem ...

Read more

para uma primavera

para uma primavera

A primavera literária durante as Satyrianas 2012 também foi ferida de flores aqui por dentro [+ post da Jeanne aqui]. Coisas de gente setembrina como eu. Provavelmente a Mai é uma das que mais entendeu o que senti. Há certos ...

Read more

crônicas passarinhanas

Ainda no mesmo assunto, comentei com a vizinha próxima sobre a estranha mania do pássaro em bater, sem nenhuma hesitação, a cabeça com tudo na janela  . – Ah, ele aprendeu com a Dirce. – disse a vizinha com convicção ...

Read more

crônicas de passarinhos

crônicas de passarinhos

I. Tava bolando este texto antes de dormir. Aí lembrei de dois periquitos que tinha quando adolescente – a Chiquita e o Zezinho. Ganhei de meu tio. Um desconsolo isso de passarinho na gaiola. Amava muito eles. Um dia, por ...

Read more

do brasileirês e moçambicanês

do brasileirês e moçambicanês

. – O que eu quiser? Que todos sejam felizes! Ouço pela enésima vez a gravação e continuo rindo. Há piadinhas que nunca perdem o viço. Ainda mais em um sotaque gostoso. Acho que o João Paulo Borges Coelho conquistou ...

Read more
Follow on Feedly