exercício nº 1: tua escrita

Share

Está na minha lista de tarefas desde sempre: organizar uma série de exercícios criativos aqui para o blog. Não pretendo corrigir ou comentar nada, mas sim deixar ideias para quem quer praticar escrita e sente falta de exercícios simples. Postarei às sextas-feiras.

*   *   *

Exercício nº 1

 

– Você escreve todos os dias?

Ouço essa pergunta com frequência. Ninguém pergunta isso a gerentes de marketing se trabalham todos os dias. Nem pergunta a uma pessoa que treina esportes razoavelmente a sério.

A resposta é: escrevo em pelo menos 5 dos 7 dias da semana. São dois os motivos. Não considero possível permanecer viva sem escrever – minha organização mental passa por criar histórias, inventar ritmos e escrever. Depois, não é possível escrever bem se vc não escreve sempre. Enferruja. É igual qualquer outra atividade.

Mas não sinta pressão. Isso deve aflorar. Vir como necessidade. Já tive épocas de travamento (aliás, acabo de sair duma) e sei absolutamente bem que, às vezes, a gente tem que relaxar. Tirar férias de si mesmo. Se estiver começando, apenas se observe. Não se cobrar já é um feito e tanto. Escrever por obrigação é chatíssimo. Ainda mais literatura.

Ontem tive uma aula excelente no CLIPE com o Fabio Weintraub. Inspiradora mesmo. Daí resolvi que deveria logo começar esta série de exercícios.

O de hoje é bastante simples. E traiçoeiro, pq senão nem teria graça. Redigir uma meia página sobre

anar_como eu gostaria

Manda ver.

Haverá outros capítulos com este pequeno texto. E não serão tão filosóficos, prometo.

Share

Related Posts

Follow on Feedly