Oba! Cryptorave 2017 soltou a programação

Share

Nossa, adoro a Cryptorave!

Uma espécie de festival, festa, oficinas, palestras, papos, um formato de evento ótimo para você sair com a cabeça faiscando de ideias e reflexões. Acontece de 5 e 6 de maio em São Paulo em locais como a Casa do Povo e no Al Janiah [saiba tudo aqui].

Estarei de longe e vou perder esta.

Daí… comparece por mim!

crytoravePor exemplo, gostaria muito de ouvir a mesa “De volta ao Cyberfeminismo – História e os desafios para o resgate“, com Biamichele Munduruku , Carine Roos e Jussara Oliveira [detalhes]. Será no Espaço Ada Lovelace, espaço da programação dedicado a discussões de gênero.

Também estou curiosa com este destaque aqui “Resistindo à distopia – Práticas para dialogar com não especialistas” com mexicana Lili Anaz, que apresenta uma perspectiva hackfeminista do Laboratório de Interconectividades e com Sasha Costanza-Chock que leciona mídia civil no MIT e coordena o DiscoTech, oficinas livres, abertas e multissetoriais para pessoas explorarem, compartilharem e discutirem experiências com vigilância. Não parece ótimo?

No ano passado, participei da mesa “Mover a máquina em direção ao humano – literaturas de ficção científica”. Neste como não irei, gastarei muitos neurônios para finalizar meu incrível conto para a antologia Cyberpunk da Editora Draco. Final de abril é isso: declarar Imposto de Renda e cuidar dos prazos dos escritos. Cuide-se aí!

 

Share

Related Posts

Follow on Feedly