ciclofaixa de lazer

Share

A medicina ocidental me tratou muito bem e receitou relaxante muscular e um monte de sessão de fisioterapia. Hum. Sigo de pescoço torto, não consigo dizer “sim”. O que é ótimo para fazer piadas. Segue uma pequena crônica. Aunque pequena y crônica pueden ser una tautología.

.

.Diante das notícias sobre as novas e incríveis ciclofaixas

Queria então falar desse lance das ciclofaixas de final de semana. Que ligam os parques bonitos e verdes. Que cruzam bairros bem nobres, bem bonitos. Que instituem uma faixa, logo a da pista mais veloz!, às bikes que acordam bem cedinho no domingo, as madrugadoras em busca do tão sonhado lazer, dão lugar às famílias. Mas veja, é só domingo e bem cedinho! E nem descobriram que, perto de casa, logo ali onde a ciclofaixa vem visitar meu cãozinho, bem no canteiro central, à vista de todos, já existe uma trilha secreta, cavada pelos sulcos das rodas de bicicletas dos guardas-norturnos e dos meninos que vão ao CEAGESP carregar caixas tão cheirosas de frutas. Eles não acordam cedo no domingo. Pedalam sozinhos. Você pensa: como vão devagar! Mas no fundo, quase voam, observe com mais calma, como são ligeiros! Ainda acordam de noite no sábado e a manhã de domingo os alcança como o fim da jornada. De minha parte, sou simplesmente preguiçosa. Para eles e mim mesma existe a trilha do canteiro central. A gente nunca sabe o que um ônibus de noite pode fazer. Ainda um ciclista lycreado outro dia me gritou: vem pedalar no asfalto!, mas isso pq tenho cara de trouxa. Não dou confiança. Ninguém grita ordens-convidadas aos guardas-noturnos. E quando chove? Não sei. Uso aquela capa de chuva de banca de jornal. E a sandália havaiana. A Gisele indica, cabelos balançando tão loiros. Deve ser bem nobre e bem bonito isso. E quando chove muito? Não sei, fico em casa, planejando fazer uns bolinhos de chuva. E nunca os faço, cozinho mesmo ensopados, que demoram muitíssimo, como o isso do desgastar dia após dia um gramado do canteiro central com as rodas, uma escavação de silêncio que segue o trabalho, roda-se a sorte, rodam-se as noites em turnos, quase um crime o isso de criar caminhos na terra onde já existe pintada no asfalto as novas e incríveis ciclofaixas do domingo.

.

imagem: ciclofaixa em Ribeirão Preto, retirada do blogue da Prefeita Dárcy Vera.

+ leia no vá de bike: ampliação da ciclofaixa de lazer

+ texto da Renata Falzoni sobre o tema

[em tempo] Amanhã tem Bibicletada. Nunca fui numa, apesar do incentivo do Hugo. O horário pra mim é ruim. Serve essa resposta? Acho que não – em São Paulo, todos os horários são horríveis. Depois conto que pasó.

Share
Follow on Feedly